A Escola
Equipe
Mural de Mensagem
Notícias
Matrículas 2017
Fique por dentro
Calendário
Palavra do Educador
Agenda Diária
Links Úteis
Fale Conosco
 
 
 
 
Como você se publica? 

Posts com conteúdos pessimistas afastam as pessoas

por Jairo Bouer

Acesse a matéria original aqui.

O surgimento de redes sociais virtuais pareceu um milagre para as pessoas mais tímidas e inseguras. Afinal, é o modo perfeito de conhecer pessoas com interesses semelhantes, estreitar laços e até arriscar uma paquera protegida do contato direto. Mas uma pesquisa feita no Canadá mostrou que as pessoas inseguras e com autoestima baixa acabam usando a rede social como uma forma de sabotagem. Elas utilizam tanto o meio virtual para reclamar da vida que acabam divulgando-se de forma negativa, afastando os outros, em vez de estreitar laços.

As pesquisadoras listaram as últimas dez atualizações de uma série de pessoas que haviam passado por avaliações de sua autoestima. Os textos foram dados para outros jovens, que diziam se tinham ou não gostado daquela pessoa. Os indivíduos com as piores autoestimas – e os posts mais negativos – foram aqueles de que os avaliadores menos gostaram. Por outro lado, quando as pessoas de boa autoestima – e posts positivos – publicavam algum lamento, ele despertava mais interesse nos outros. Como não eram pessoas dadas a reclamar, quando reclamavam realmente mereciam atenção e aproximavam os outros, que ofereciam apoio.

Esse estudo faz a gente repensar aquela definição dos pessimistas e otimistas, que veem o copo meio vazio ou meio cheio. Quem quer estar ao lado de alguém que só sabe reclamar, que nunca está contente, que sempre leva o astral lá para baixo? Ainda mais com a Internet, em que você pode se relacionar praticamente com o mundo inteiro. Você irá se interessar mais por alguém que traga aspectos positivos, que anime o seu dia a dia, ou por alguém sempre para baixo, que parece não estar satisfeito jamais?

Além de poder afastar os outros, pense se vale a pena expor seus problemas na rede. A gente tem a sensação de que está protegido na Internet, mas praticamente qualquer um tem acesso ao que é publicado. Muitas vezes, os posts são feitos por impulso, e depois não tem muito como voltar atrás – sempre tem alguém que leu. Pode ser terapêutico dividir suas angústias, mas não seria mais válido selecionar com quem compartilhá-las, em vez de lançá-las para toda a rede?

 

 

Fonte: Jairo Bouer. Como você se publica? Blog Educacional, disponível em: http://blog.educacional.com.br/jairo_bouer/como-voce-se-publica/ Acesso em 19 mar. 2013.

 

22/03/2013  
 

Estilos de aprendizagem: visual, auditivo e sinestésico
15/09/2014
Relação Família e Escola em harmonia
19/08/2014
A importânica de se colocar limites
27/05/2014
Bullying
18/09/2013
Como proteger os jovens nos espaços virtuais???
11/09/2013
Como você se publica?
22/03/2013
Adiado o uso das novas regras do Acordo Ortográfico
25/01/2013
Final de Ano - reprovar é o fim do mundo?
26/11/2012
Dia Nacional da Consciência Negra
20/11/2012
Pequenos estressados
02/10/2012
 
 
 
 
 
 
 
 
     
     
Rua Francisco de Sousa Lobo, nº 01 - Centro CEP. 75.200-000
Pires do Rio - Goiás - Telefone:(64) 3461-1994